Affordable Access

Revisitar o código: a vertiginosa transparência do lugar. Sobre a poesia de Natália Correia

Authors
  • Marinho, María de Fátima
Publication Date
Jan 01, 2021
Source
DIALNET
Keywords
Language
Portuguese
License
Unknown
External links

Abstract

n this article we intend to explore the author’s ability to transform, subvert and recreate (spatial and/or cultural) referents that the reader recognises immediately but are presented in a disconcerting manner, always implying a critical and epistemological re-evaluation. Irreverence, an indispensable engine in Natália Correia’s poetics, is interstitially insinuated in the smallest details called for, whether they be the explicit reference to places or the appropriation of different styles. In O progresso de Édipo, Sonetos Românticos or O Anjo do Ocidente à Entrada do Ferro, Epístola aos Iamitas and many other volumes, we find the same transgression of the code, the same (ir)reverence, the same complicity with the reader. / Neste ensaio pretende-se explorar a capacidade da autora em transformar, subverter e recriar referentes (espaciais e/ou culturais) que o leitor reconhece sem custo, mas que são apresentados de modo desconcertante, implicando sempre uma reapreciação crítica e epistemológica. A irreverência, motor indispensável na poética de Natália Correia, insinua-se intersticialmente nos ínfimos detalhes convocados, sejam eles os da referência explícita a lugares ou os da apropriação de estilos aliados a correntes teoricamente datadas. De O progresso de Édipo a Sonetos Românticos passando por O Anjo do Ocidente à Entrada do Ferro, Epístola aos Iamitas e muitas outras, encontramos a mesma transgressão do código, a mesma (ir)reverência, a mesma cumplicidade com o leitor.

Report this publication

Statistics

Seen <100 times