Affordable Access

Respostas inflamatórias sistêmica, do casco e do cólon menor submetido à distensão em equinos

Authors
Publication Date
Source
Repositório Institucional UNESP
Keywords
  • Equino
  • Cavalo
  • Intestinos - Obstruções
  • Citocinas
  • Inflamação
  • Laminite
  • Cytokines
External links

Abstract

A relação entre a ocorrência de cólica e a manifestação da laminite tem sido estudada por inúmeros pesquisadores. Alguns trabalhos com indução experimental de laminite demonstram a participação da resposta inflamatória na origem da afecção. Devido a isso, buscou-se entender a resposta inflamatória de equinos tanto em nível sistêmico, como local, no intestino e no tecido dérmico/epidérmico podal, assim como determinar possíveis alterações clínicas e laboratoriais após obstrução intraluminal do cólon menor. Para isso, foram utilizados oito equinos adultos, hígidos, com idade entre oito e 14 anos. Estes foram submetidos a celiotomia associada a dilatação intraluminal do cólon menor, simulando o abdômen agudo por enterólito. Biópsias de casco e cólon menor foram efetuadas neste momento e, também, foram colhidas amostras de sangue e líquido peritoneal. Após quatro horas de obstrução intraluminal, o balão foi desinflado e realizou-se novas biópsias de casco e cólon menor e colheu-se novamente amostras de sangue e líquido peritoneal. Durante o pós-cirúrgico, os animais foram monitorados por meio de exames físicos em intervalos de 12 horas. Após 72 horas da desobstrução foram efetuadas as últimas coletas de casco, cólon, sangue e líquido peritoneal. As amostras de sangue e líquido peritoneal foram utilizadas para avaliação hematológicas e para a determinação da expressão gênica das IL-1β, IL-6, IL-8, IL-10 e TNF-α por meio da PCR em tempo real e para quantificar as IL-1β, IL-6 e TNF-α por ELISA sanduiche. Os tecidos obtidos nas biópsias foram processados para avaliação histológica e determinação das IL-1β, IL-6, IL-8, IL-10 e TNF-α pela técnica da PCR em tempo real. Os valores obtidos nas avaliações hematológicas diferiram (p<0,05) dos valores basais, principalmente após quatro horas de obstrução (M4) e após 12 horas de pós-cirúrgico (M12). As citocinas avaliadas por ...

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.

Statistics

Seen <100 times
0 Comments
F