Affordable Access

Potencial Elétrico.

Authors
  • Moscati, Giorgio
  • Hamburger, Ernst Wolfgang
Publication Date
Jan 01, 1971
Source
Biblioteca Digital da Produção Intelectual da Universidade de São Paulo (BDPI/USP)
Keywords
Language
Portuguese
License
Unknown
External links

Abstract

As manifestações da Eletricidade sempre foram fenômenos estranhos para o homem. Havia o pavor pelas trovoadas e tempestades, as superstições e lendas de descargas em hastes metálicas, a diversão pela atração da magnetita. Embora haja alguns trabalhos anteriores, a Eletricidade começou a se desenvolver como ciência somente após o século XVII. Alguns homens se destacaram, mas muitos outros também contribuíram e são desconhecidos. Estudos muito importantes foram realizados por B. Franklin (1706-1790). Ele verificou que faíscas produzidas em laboratório eram de mesma natureza que o relâmpago. Desenvolveu o conceito de eletricidade positiva e eletricidade negativa. Foi o inventor do pára-raios, que se tornou a primeira aplicação prática, de importância, da Eletricidade, sendo um grande estímulo a novas invenções e descobertas. Conta-se que o rei da Inglaterra ficou furioso com o fato de um cidadão dos Estados Unidos, que na época era colônia inglesa, ter feito tão importante invenção; procurando menosprezar Franklin, mandou construir em seu palácio um pára-raios arredondado, em vez de pontiagudo. O assunto deste capítulo é um dos importantes conceitos utilizados no estudo da Eletricidade – o Potencial Elétrico.

Report this publication

Statistics

Seen <100 times