Affordable Access

Parámetros de avaliação para projetos com melhor aproveitamento de uso

Authors
Publication Date
Source
Repositório Institucional da UFSC
Keywords
License
Unknown
External links

Abstract

Na atualidade a totalidade de projetos habitacionais parte do principio absurdo do mínimo espaço para reduzir os custos da obra em lugar do utilizar um conceito do espaço necessário. Quase nenhum destes projetos leva em consideração o tamanho do mobiliário disponível no mercado. Isto cria uma incompatibilidade entre a necessidade espacial do usuário e a área disponível nas habitações de interesse social. Os resultados de uma construção com estas falhas entre outros são: O aumento dos custos para o morador que deve ampliar sua casa para poder utilizar o espaço com algo de conforto. A perda de flexibilidade de uso já que o espaço não permite variações no arranjo espacial. As habitações que não têm o equipamento necessário para sua utilização devido à falta de espaço para colocar o mobiliário. O congestionamento visual devido à aglomeração de móveis dentro de um cômodo criando desorganização e desconforto. A perda da privacidade pela carência de um espaço próprio. Os dormitórios sem utilidade durante o dia, que ficam lotados a noite. Como uma possível solução se propôs o conceito de um painel mobiliário o qual deveria contribuir com a facilidade de construção, montagem e pré-fabricação de um imóvel como alternativas para diminuir custos. Ao mesmo tempo este painel conteria o mobiliário necessário para a utilização dos diferentes cômodos e assim aproveitar ao máximo o incipiente espaço em projetos de habitação de interesse social. A fundamentação teórica deste painel foi realizada por meio de pesquisas sobre propostas de habitação social e projetos arquitetônicos que atendessem a princípios de produtos industrializados, assim como o levantamento dos problemas mencionados anteriormente. A realização prática se desenvolveu por meio de uma tabela que funciona como checklist e avaliam o conforto e habitabilidade destes projetos por meio da aplicação dos conceitos de flexibilidade, adaptabilidade e privacidade. Foi realizado também um levantamento de produtos existentes no mercado internacional que apresentam soluções inovadoras para espaços reduzidos tanto pela variedade de funções que o mesmo permite quanto pelas propostas de aproveitamento de espaço no transcurso do dia. Para testar tanto a tabela quanto a aplicabilidade do mobiliário pesquisado se utilizou como estudo de caso o protótipo desenvolvido pela ARQ-UFSC em colaboração com a empresa Battistella.

Statistics

Seen <100 times