Affordable Access

Ocorrência e adaptabilidade de linhagens de Botrytis squamosa resistentes a fungicidas do grupo dos benzimidazois e dicarboximidas.

Authors
  • GHINI, R.
Publication Date
Jan 01, 1987
Source
Repository Open Access to Scientific Information from Embrapa
Keywords
License
Unknown
External links

Abstract

Isolados de Botrytis squamosa, causador da Queima das Pontas da Cebola, foram testados quanto a resistência a benomyl e iprodione atraves do método do fungicida incorporado ao meio de cultura. Em culturas de cebola, nas quais foi utilizado benomyl, foram obtidos isolados resistentes, apresentando crescimento micelial em meio de cultura de BDA contendo 1000 ppm fungicida. Em locais onde o benomyl nao foi aplicado, os isolados apresentaram-se sensiveis ao produto, sendo o crescimento inibido pela concentração de 1 ppm. Todos os isolados foram considerados sensíveis a iprodione, visto que apresentaram pouco ou nenhum crescimento micelial em meio de cultura contendo 10 ppm do fungicida. Em condicoes de laboratorio, foram obtidas linhagens iprodione - resistentes,e com dupla-resistência. As linhagens resistentes a benomyl, a iprodione e a iprodione + benomyl nao tiveram alteradas suas sensibilidades ao fungicida propiconazol, porem houve uma tendencia geral de se mostrarem mais sensíveis ao captan, captafol e mancozeb do que a linhagem sensível. As linhagens resistentes a iprodione foram também resistentes a procymidone e dicloran. As linhagens de B. squamosa resistentes a benomyl podem ser tão adaptadas quanto as sensíveis, ao passo que as resistentes a iprodione apresentaram-se menos adaptadas. Isolados tanto sensíveis quanto resistentes se anastomosaram livremente. O número de núcleos/conidio em duas linhagens foi determinado, não tendo sido constatadas diferenças; ambas apresentaram ate 20 núcleos/conidios. / Tese Doutorado.

Report this publication

Statistics

Seen <100 times