Affordable Access

Modelo de avaliação da estratégia ambiental

Authors
Publication Date
Source
Repositório Institucional da UFSC
Keywords
License
Unknown
External links

Abstract

Este trabalho apresenta um modelo geral de avaliação da estratégia não somente econômica, mas também ambiental e social. O modelo de Avaliação da Estratégia Tripla considera a existência de um resultado triplo, onde os resultados ambientais e sociais são tão importantes quanto os econômicos, e expande o horizonte do modelo tradicional de Estrutura-Conduta-Performance (ECP). A dimensão ambiental do Modelo de Avaliação da Estratégia Tripla é explorada em separado, tomando como base um mercado aberto. Relevantes padrões de conduta ambiental dentro dos sistemas empresariais são identificados e um conjunto de indicadores ambientais proposto pela OECD (Organization for Economic Co-Operation and Development) é adaptado para traçar a performance ambiental. O Modelo de Avaliação da Estratégia Ambiental, denominado de ECP-Ambiental (Estrutura-Conduta-Performance), foi testado nos setores petroquímico, têxtil e de bebidas. A concepção do modelo ECP-Ambiental tem como princípio básico que a performance ambiental de uma empresa é o reflexo de suas práticas competitivas ou padrões de conduta ambiental, que por sua vez, dependem da estrutura de mercado em que está inserida. As empresas atuam em um sistema de mercado aberto sob a influência de eventos significativos que exigem respostas na conduta ambiental. Esses eventos significativos, denominados de choques, são basicamente oriundos de ação governamental, de inovações tecnológicas e de mudanças no comportamento social. Aspectos dinâmicos ao modelo são percebidos quando da mudança de conduta ambiental das empresas participantes, com reflexos na performance ambiental e na estrutura de mercado. A relação de causalidade do modelo ECP é mantida para efeito de estudo da aplicabilidade do modelo ECP-Ambiental. As empresas petroquímicas, têxteis e de bebidas foram analisadas e os resultados organizados em um matriz que relaciona as funções gerenciais com um conjunto de indicadores de conduta ambiental desenvolvidos para refletir a qualidade do gerenciamento ambiental ao longo do seu sistema de negócios, incluindo administração geral, recursos humanos, compras, pesquisa e desenvolvimento, produção e manutenção, marketing e distribuição. Nessa matriz, a conduta ambiental é classificada como: fraca, intermediária ou forte.O trabalho sugere uma ferramenta de tomada de decisão que classifica as empresas em função da conduta ambiental adotada e da pressão da estrutura da indústria. Os resultados comprovam a utilização do presente modelo como uma ferramenta consistente e prática para desenvolver e integrar estratégias empresariais em um ambiente de mercado globalizado e competitivo.

Statistics

Seen <100 times