Affordable Access

Access to the full text

Mapeamento de áreas de risco à saúde pública por meio de métodos geoestatísticos

Authors
  • Lourenço, Roberto Wagner
  • Landim, Paulo Milton Barbosa
Publication Date
Feb 01, 2005
Identifiers
DOI: 10.1590/S0102-311X2005000100017
OAI: oai:acervodigital.unesp.br:11449/159
Source
Acervo Digital da Unesp
Keywords
Language
Portuguese
License
Green

Abstract

Este trabalho tem por objetivo apresentar uma aplicação de métodos geoestatísticos na elaboração de mapas de risco à saúde pública, por meio da identificação de áreas com maior concentração de metais pesados. Foi escolhido o elemento chumbo (Pb), resultante do transporte aéreo ou do carregamento das partículas causado pela lixiviação do solo, em uma região com grande concentração urbana e industrial na Baixada Santista, São Paulo, Brasil. Elaboraram-se mapas das distribuições espaciais desse elemento por intermédio da krigagem ordinária; posteriormente, utilizando-se a krigagem indicativa, identificaram-se as áreas com valores de contaminação do solo superiores aos níveis máximos aceitáveis pelo órgão de controle ambiental do Estado de São Paulo, originando um mapeamento com áreas com maior probabilidade de risco à saúde pública. Os mapas resultantes mostraram-se ferramentas promissoras para auxiliar a tomada de decisão quanto a questões de políticas públicas relacionadas à saúde e ao planejamento ambiental. / The purpose of this paper was to demonstrate an application of geostatistical methods to public health risk maps through the identification of areas with elevated concentrations of heavy metals. The study focused on the element lead (Pb) from aerial transportation or loading of particles due to soil leaching in an area with major urban and industrial concentration in the Baixada Santista on the coastland of São Paulo State, Brazil. Maps with the spatial distribution of lead were produced using ordinary kriging; subsequently indicative kriging was performed to identify soil sites with contamination levels higher than the maximum acceptable level defined by the São Paulo State Environmental Control Agency. The resulting maps showed areas with increased probability of public health risk. The methodology proved to be a promising approach for decision-making related to health public policies and environmental planning. / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)

Report this publication

Statistics

Seen <100 times