Affordable Access

Fungicidas foliares na incidência de fungos em grãos ardidos de milho.

Authors
  • VERSARI, L. R.
  • CONSTANTINO, E. J.
  • WRUCK, D. S. M.
Publication Date
Jan 01, 2021
Source
Repository Open Access to Scientific Information from Embrapa
Keywords
License
Unknown
External links

Abstract

Algumas espécies de fungos causadores de grãos ardidos na cultura do milho podem produzir substâncias tóxicas aos seres humanos e animais, e causar grandes prejuízos econômicos aos produtores. A aplicação de fungicidas foliares na cultura visa melhorar a sanidade de plantas e dos grãos. O objetivo desse trabalho foi avaliar se a aplicação de fungicidas foliares influência na incidência de fungos em grãos ardidos de milho. As amostras de grãos do híbrido DKB390 PRO2 foram colhidas na safra 2019/2020 em uma lavoura de milho no município de Sorriso, MT. Duas pulverizações de fungicidas foram realizadas com os seguintes tratamentos: 1. Testemunha (sem aplicação de fungicida), 2. Trifloxistrobina+Ciproconazol (TC), 3. Piraclostrobina+Mefentrifluconazol (PM), 4. Piaraclostrobina+Fluxapiroxade+Mefentrifluconazol (PFM), 5. Azoxistrobina+Tebuconazol (AT), 6. Piraclostrobina+Epoxiconazol (PE), 7. Azoxistrobina+Ciproconazol (AC), 8. Azoxistrobina+Flutriafol (AF), 9. Picoxistrobina+Ciproconazol (PC), 10. Protioconazol+Trifloxistrobina (PT), 11. Difenoconazol+Ciproconazol (DC), 12. Fluxapiroxade+Piraclostrobina (FP), 13. Bixafem+Protioconazol+Trifloxistrobina (BPT), 14. Azoxistrobina+Benzovindiflupir (AB), 15. Picoxistrobina+Benzovindiflupir (PB) e 16. Azoxistrobina+Difenoconazol+Cloratolonil (ADC). De cada tratamento, foram desinfestados superficialmente 400 grãos ardidos em hipoclorito de sódio a 2,5% por 3 min. Posteriormente foram enxaguados com água estéril e transferidos para caixa gerbox que continha em seu interior papel filtro umedecido com água osmótica estéril. Após 15 dias de incubação em BOD a 25 ± 2 °C, os fungos desenvolvidos sobre os grãos foram identificados com o auxílio de lupa e microscópio ótico. Os dados de incidência de cada espécie fúngica foram expressos em porcentagem e submetidos a análise de variância e teste de Scott-Knott a 5% de probabilidade. A pulverização de fungicidas influenciou negativamente na incidência de fungos em grãos ardidos. Os fungicidas que mais reduziram a incidência de D. macrospora foram (AC) e (DC), e de Fusarium spp. foram os fungicidas (TC), (PC) e (ADC). As menores incidências de D. maydis foram encontradas nos tratamentos 2, 4, 5, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15 e 16. Não foi detectado Penicillium spp. nos tratamentos 1, 2, 7, 12 e 16. Aspergillus spp. foi encontrado apenas nos tratamentos 2, 14 e 15. Os tratamentos fungicidas com as menores incidências de D. macrospora apresentaram as maiores incidências de Fusarium spp.

Report this publication

Statistics

Seen <100 times