Affordable Access

O (PROTO)TEATRO POLÍTICO DE S ARAMAGO E A POLÍTICA COMO TEATRO - UMA LEITURA DE "TEATRO TODOS OS DIAS"

Authors
Publisher
Revista Letras
Publication Date

Abstract

NOTAS DE LEITURA Reading Notes O (PROTO)TEATRO POLÍTICO DE S ARAMAGO E A POLÍTICA COMO TEATRO - UMA LEITURA DE "TEATRO TODOS OS DIAS"* Saramago's [proto] political theater - a reading of "Teatro todos os dias" Jorge Henrique de Oliveira Silva" J osé Saramago, embora tenha ganhado reconhecimento literário, sobretudo, por con ta de sua p r o d u ç ã o r o m a n e s c a , é um dos p o u c o s au to res contemporâneos que caminhou por todos os gêneros literários com uma sobriedade artística que nos permite chamá-lo sem receios de poeta, prosador e dramaturgo. Seu domínio sobre a escrita resulta de um longo processo de conhecimento e convivência com a Língua, que remonta ao percurso profissional percorrido pelo autor: tradução, crítica literária, jornalismo, crítica política e, finalmente, os terrenos da literatura. Que o destaque deva ser merecidamente dado ao singularismo de sua narrativa é fato indiscutível, mas, se o estatuto de romancista ofusca o de poeta e o de escritor dramático, desnecessário seria dizer, por exemplo, que o caráter lírico de sua prosa avulta aos olhos dos leitores, corroborando a idéia de que os gêneros literários nunca se apresentam de maneira totalmente isolada. * SARAMAGO, José. Teatro todos os dias. In: . A bagagem du viajante. 2. ed. Lisboa: Caminho, 1986, p. 127-129. ** Bolsista de Iniciação Científica - Faculdade de Ciências e Letras da UNESP/Araraquara, SP, sob a orientação da Profa. Dra. Renata Soares Junqueira. Revista Letras, Curitiba, n. 63, p. 11-27, maio/ago. 2004. Editora UFPR 28 SILVA, J. H. O. O (proto)teatro político de Saramago... No tocante ao problema do drama, no entanto, a questão torna-se mais delicada. O próprio José Saramago afirma: "Eu tenho quatro peças de teatro; em nenhum momento tive a idéia: 'E se eu escrevesse agora uma peça de teatro?' Todas as peças de teatro que escrevi resultaram de convites e de propostas", e ainda: "Nunca tive qualquer espécie de motivação para escrever teatro; c

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.