Affordable Access

A PRODUÇÃO E INDUSTRIALIZAÇÃO DO CAFÉ DOS PRINCIPAIS PRODUTORES BRASILEIROS E A ECONOMIA NACIONAL: SIMULAÇÕES SOB UM MODELO INTER-REGIONAL DE INSUMO-PRODUTO

Authors

Abstract

Este trabalho tem como objetivo analisar o comportamento e a importância atual dos setores de produção agrícola e de industrialização de café de cada um dos principais Estados produtores brasileiros (Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Paraná, Bahia e Rondônia) em relação às respectivas economias estaduais e em relação aos demais setores da economia nacional. Para tanto, foi construído um sistema inter-regional de insumo-produto, para o ano de 2002, com sete regiões e 44 setores por região de forma a obter 308 setores no total. Com o intuito de estudar o impacto de alterações no volume de produção dos setores objetivo do estudo (Café Arábica, Café Robusta e Indústria do Café), desenvolveu-se uma série de simulações envolvendo as produções em determinadas regiões. As simulações escolhidas basearam-se em cenários alternativos aos praticados atualmente no Brasil, possibilitando assim observar o impacto que alterações na produção regional podem gerar sobre os Multiplicadores de Produção (Tipo I e II), Multiplicadores de Valor Adicionado (Tipo I e II) e Multiplicadores de Pessoal Ocupado (Tipo I e II).---------------------------------------------This paper intends to analyze the behavior and importance of the sectors of agricultural production and industrialization of coffee for each of the main Brazilian producers (Minas Gerais, Espírito Santo, Sao Paulo, Parana, Bahia and Rondônia) in relation to their economies and in relation to other sectors of the national economy. Building an inter-regional input-output system for the year 2002, with seven regions and 44 sectors per region in order to obtain 308 sectors in total, we study the impact of changes in the volume of production of the sectors objective of the study (Arabica Coffee, Robusta Coffee and Coffee Industry). We developed a series of simulations involving the production in certain regions. The simulations were chosen based on the alternative scenarios currently practiced in Brazil, thus enabling observe the impact that changes in regional production can generate about Production Multipliers (Type I and II), Value Added Multipliers (Type I and II) and Employment Multipliers (Type I and II).

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.