Affordable Access

WATER QUALITY OF THE JUNDIAÍ RIVER (SÃO PAULO STATE, SOUTHEASTERN BRAZIL): THE NEED FOR INTEGRATED MANAGEMENT

Authors
Publisher
Centro de Estudos Ambientais - UNESP/Rio Claro
Publication Date
Keywords
  • Gestão De Recursos Hídricos. Bacia Hidrográfica. Classificação Dos Corpos D´água. Jundiaí.

Abstract

Situada em uma das regiões mais industrializadas do Brasil, a bacia do rio Jundiaí apresenta problemas de disponibilidade hídrica causados principalmente pela degradação ambiental. O limite de disponibilidade hídrica superficial já foi atingido, sendo necessária reversão de água do rio Atibaia para suprir a demanda do município de Jundiaí. Atualmente, sabe-se que a transposição de água entre bacias pode constituir apenas uma transferência de necessidades, enquanto o problema causador da escassez é mantido. No caso do rio Jundiaí, a má qualidade das águas provocada principalmente por lançamentos de esgotos urbanos sem tratamento, aliada a fatores como a falta de planejamento, uso inadequado do solo e ocupações irregulares, certamente contribui para a diminuição da disponibilidade hídrica superficial. O rio apresenta padrões de qualidade abaixo do permitido em seu enquadramento, mesmo estando em sua maior parte enquadrado na classe de uso menos exigente, a Classe 4. Utilizando dados dispersos em relatórios e levantamentos de vários órgãos públicos, o trabalho traz a caracterização geral da bacia seguida pela análise comparativa da qualidade das águas do rio Jundiaí em três anos, envolvendo dois períodos: antes e depois da construção da estação de tratamento de esgotos de Jundiaí. Os resultados mostram a necessidade de uma gestão integrada, na qual todos os municípios deveriam agregar esforços para iniciar a recuperação da bacia como um todo, considerando também os problemas paralelos que atuam na deterioração da qualidade ambiental.

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.