Affordable Access

Construction of a Residue Management Policy in the University of São Paulo: A model for the implementation of the NSRP in HEI

Authors
  • Moreira, Patricia Gabryela
  • Vitta, Patricia Busko Di
  • Meira, Ana Maria de
  • Silva, Arthur Roberto
  • Cavalheiro, Cecília H. T.
  • Zorigian, Clara Marisa
  • Sudan, Daniela Cássia
  • Lima, Elizabeth Teixeira
  • Tavares, Glauco Arnold
  • Cooper, Miguel
  • Leme, Patrícia Cristina Silva
  • Simonelli, Simone Berriel Joaquim
  • Albuquerque, Vera Gandra Carneiro de
  • Delitti, Welington Braz Carvalho
Publication Date
Apr 01, 2014
Source
Biblioteca Digital da Produção Intelectual da Universidade de São Paulo (BDPI/USP)
Keywords
Language
Portuguese
License
Unknown
External links

Abstract

O cenário atual da Universidade de São Paulo (USP) tem, isoladamente, diversas ações ambientais em diferentes frentes, de acordo com a realidade de seus campi. Em 2010, a USP designou um coordenador de Gestão Ambiental junto à Reitoria. No ano seguinte, regulamentou a Política Ambiental da USP, que visa promover a sustentabilidade ambiental nos campi. Em 2012, foi criado um órgão institucional responsável pela gestão ambiental, a Superintendência de Gestão Ambiental (SGA), que tem como premissa ditar normas para questões ambientais em consonância com a política ambiental proposta. Esta superintendência formou, em 2012, um Grupo de Trabalho para cuidar das questões relativas aos resíduos gerados na USP. Tal grupo, composto por especialistas na área, sob a coordenação de um assessor de gabinete da própria SGA, priorizou desenvolver, através de processos participativos, estratégias e procedimentos para elaboração e implantação de uma Política de Gestão de Resíduos (PGRUSP). Esta Política, aos moldes de um trabalho anterior (PUSP-C, 2010), tem como proposta adequar as especificidades contidas na Política Nacional de Resíduos Sólidos, para o contexto universitário.Uma versão inicial da PGRUSP foi apresentadapara a comunidade acadêmica em um Fórum promovido pela SGA. Nesta ocasião, representantes de todas as categorias advindos dos diversos campi da USP, além de outros da comunidade externa, fizeram considerações sobre o conteúdo desta versão, que foi, então, reformulada. A PGRUSP prevê a elaboração dos planos de gerenciamento de resíduos em todas as unidades pertencentes à USP. Neste momento, o Grupo de Trabalho está elaborando diretrizes para a capacitação da comunidade acadêmica para a realização de um diagnóstico de resíduos, com intuito também de mobilizar e conscientizar sobre os ditames da PGRUSP. A partir da capacitação e da elaboração dos planos de gerenciamento de resíduos, pressupõe-se um aprendizado sobre questões práticas da gestão de resíduos. A geração de dados e de indicadores fornecerá embasamento para uma implementação contínua e eficaz da política. Para sistematização destes dados, está sendo desenvolvida uma plataforma virtual unificada. Assim, pretende-se controlar tanto os insumos utilizados como a geração, o armazenamento, os tratamentos e os descartes relacionados aos resíduos gerados em nossas Unidades. Pretende-se, ainda, com esta sistematização, fornecer informações que permitam à SGA atomar medidas norteadoras para melhora na gestão dos resíduos nos campi, e,consequentemente, minimizar impactos ambientais causados em todos os níveis e atividades.

Report this publication

Statistics

Seen <100 times