Affordable Access

Comprometimento organizacional de trabalhadores terceirizados e efetivos

Authors
Publication Date
Source
Repositório Institucional da UFSC
Keywords
License
Unknown
External links

Abstract

A terceirização tem sido amplamente utilizada como estratégia para focar a organização nas competências essenciais do seu negócio, de forma a aumentar sua competitividade. No entanto, há estudos que identificam que dentre as suas conseqüências está a quebra de vínculos entre empregados e organizações. Tratar do vínculo profissional remete ao conceito de comprometimento organizacional, que implica em quanto uma pessoa identifica-se com os valores e objetivos da organização em que trabalha. Frente a estas duas variáveis, o objetivo deste trabalho é avaliar e comparar o grau de comprometimento profissional de trabalhadores efetivos e terceirizados em uma empresa de telefonia no Sul do País. O método consistiu na coleta de dados por meio de questionário (adaptado de Meyer e Allen, 1997), com perguntas fechadas que contemplam cada um dos componentes do comprometimento: afetivo, instrumental e normativo, organizados conforme escala Likert. O número de participantes foi de 123 efetivos e 166 terceirizados. As respostas foram analisadas por meio de análise multivariada - com a utilização de escalonamento ótimo e análise de componentes principais, análise univariada e analise de variâncias (ANOVAs). Os resultados obtidos sugerem diferenças significativas no grau de comprometimento entre funcionários efetivos e terceirizados.

Statistics

Seen <100 times