Affordable Access

CASSARO da Silva, Marta; HAINARD, François. O ambiente: uma urgência interdisciplinar. Campinas: Papirus, 2005.

Authors
Publisher
REVISTA POLÍTICA & TRABALHO
Publication Date

Abstract

P&T 25-2007.pmd 241 ISSN 0104-8015 POLÍTICA & TRABALHO Revista de Ciências Sociais n. 25 Outubro de 2006 - p. 241-245 CASSARO da Silva, Marta & HAINARD, François. O ambiente: uma urgência interdisciplinar. Campinas: Papirus, 2005. Aloísio Ruscheinsky Mariana Piccoli Lerina A urgência da interdisciplinaridade para a análise de questões ambientais se coloca tanto no campo da realização de pesquisas, como das práticas sociais. Se considerarmos alguns clássicos das ciências sociais o apelo constitui-se antes um retorno ao respectivo enfoque do que uma inovação. Os autores de “Ambiente: uma urgência interdisciplinar” – uma bióloga e um sociólogo discorrem sobre a temática proposta do ponto de vista teórico e ao mesmo tempo ilustrando a sua exposição com o resultado de pesquisas onde se aplicou a ótica interdisciplinar. A obra está dividida em três partes que se distinguem e se complementam. Na parte I “as contribuições mútuas entre as disciplinas” apresentam as características que seriam basilares para uma atividade interdisciplinar. Uma das grandes problemáticas atuais quando se trata de estudar o meio-ambiente consiste na aplicabilidade de uma característica interdisciplinar, pois na realidade apresentam-se, contudo, ciências que a ignoram, em última análise, que se ignoram (capítulo um). Os autores percorrem em forma sintética a trajetória recente da inter- disciplinar em diferentes momentos, pesquisas e ênfases. A preocupação interdisciplinar possui uma retomada recente, em direção divergente com a especialização, quando pesquisadores demonstram o interesse de um trabalho conjunto para dirimir as dúvidas que vão além do âmbito acadêmico. E tal interesse surge das diferentes problemáticas que o meio ambiente passa a apresentar, em não mais se restringindo unicamente à ecologia. Dentre os conflitos que passam a aflorar está o crescimento populacional e a capacidade de renovação dos recursos naturais que não mais acompanha esta primeira. É a partir de então que se constrói um

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.