Affordable Access

Caracterização físico-química de farinhas de tremoço (Lupinus albus) tratadas por processo aquoso, extrusão e extrusão reativa.

Authors
  • CHAMONE, M. E. R.
Publication Date
Jan 01, 2022
Source
Repository Open Access to Scientific Information from Embrapa
Keywords
License
Unknown
External links

Abstract

O tremoço branco é uma leguminosa bastante nutritivas com altos teores de proteínas e fibras, sendo a espécie do gênero Lupinus mais aplicada na alimentação humana por possuir menor concentração de fatores antinutricionais. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diversos processos (aquoso, extrusão e extrusão reativa) sob o teor de alcalóides, composição química, digestibilidade e eletroforese de proteínas e propriedades físico-químicas de tremoço branco. O processo aquoso apresentou redução (0,1 g /100 g b.s) significativa nos teores totais de alcalóides, enquanto os processos por extrusão não diferiram significativamente em relação ao grão in natura (1,63 g /100 g b.s). A composição química variou bastante entre os processos aplicados, com teores entre 34,13–39,29% de proteínas, 9,48–12,77% de extrato etéreo, 9,47–46,91% de fibra alimentar e 1,03–2,62% de cinzas. A digestibilidade de proteínas foi melhorada nas amostras tratadas pelo processo aquoso (96,62%) e por extrusão (93,31%), enquanto a extrusão reativa (adicionada de ácido) apresentou uma redução na digestibilidade (79,21%) em relação a amostra in natura (90,53%). A eletroforese confirmou o alto índice de digestibilidade, mantendo penas a fração da γ-conglutina em todas as amostras digeridas. Os índices de absorção e solubilidade em água apresentaram maior impacto nas amostras lixiviadas, com maior absorção e menor solubilidade entre todas as outras avaliadas. Os processos por extrusão foram ineficientes para redução dos alcalóides, sendo a extrusão reativa negativa para digestibilidade de proteínas, bem como para redução das fibras. O processo aquoso se mostrou como a melhor opção, por reduzir os níveis de alcalóides e melhorar a digestão proteica. / Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Seropédica, RJ. 2022. Orientador: José Luis Ramirez Ascheri (CTAA).

Report this publication

Statistics

Seen <100 times