Affordable Access

Publisher Website

Caracterização de biocarvões regionais e efeitos sobre a produção de biomassa do milho BRS Caatingueiro.

Authors
  • PEREIRA, J. R. C.
  • SIGNOR, D.
  • DEON, M. D. I.
  • GUIOTOKU, M.
  • MACEDO, A. de
Publication Date
Dec 12, 2022
Identifiers
DOI: 10.31062/agrom.v30.e026979
OAI: oai:www.alice.cnptia.embrapa.br:doc/1149496
Source
Repository Open Access to Scientific Information from Embrapa
Keywords
License
Unknown
External links

Abstract

O biocarvão é uma forma estável de carbono que proporciona melhoria em diversos atributos do solo e disponibilidade de nutrientes para as plantas. Os objetivos deste trabalho foram avaliar as características químicas do biocarvão e o efeito sobre a produção de biomassa do milho. O experimento foi conduzido na Embrapa Semiárido, Petrolina, PE utilizando-se o esquema fatorial [3x4+1] (3 tipos de biocarvão, 4 doses, mais um tratamento controle) em delineamento ao acaso, com quatro repetições, em setembro de 2018. Os biocarvões foram produzidos a partir de resíduos de poda de mangueira e de processamento de uva para suco. O terceiro material avaliado foi um carvão vegetal. Os biocarvões foram misturados ao solo nas doses de 0; 0,5; 1; 5; 10 Mg ha-1 e acondicionados em vasos em campo. O pH do biocarvão de resíduo de processamento de uva é ácido, enquanto o do carvão vegetal é neutro e o de resíduo de mangueira é alcalino. O biocarvão de resíduo de processamento de uva apresenta a maior capacidade de troca de cátions e disponibilidade de nutrientes e, quando aplicado na dose de 6 Mg ha-1, permite a obtenção do maior rendimento de biomassa de milho.

Report this publication

Statistics

Seen <100 times