Affordable Access

PCB defende frente única para além das eleições

Authors
Publisher
Contraponto. Jornal Laboratório do Curso de Jornalismo.
Publication Date

Abstract

C O N T R A P O N T O4 Jornal Laboratório do Curso de Jornalismo - PUC-SP Junho 2010 Por Camila Beraldo Maia, Guilherme Zocchio e Paula de Paula PCB defende frente única para além das eleições Contraponto – Como candidato que de- fende o socialismo, acredita que seja possível che- gar a ele através da eleição em uma democracia representativa? Ivan Pinheiro – Não. Estamos lançando, na reali- dade, a minha candidatura, que não é uma candi- datura minha, é uma tarefa do partido, é quase uma anti-candidatura. É um manifesto contra a política, a democracia burguesa. Não tenho a ilu- são de vencer a eleição, muito menos de ir ao se- gundo turno. O balanço que vamos fazer da nos- sa campanha será político, e não eleitoral. Mais do que voto, vamos pedir reflexão política. Vamos denunciar o capitalismo e fazer um contraponto à propaganda que majoritariamente será veiculada, em que os candidatos não dizem o que pensam: falam o que os marqueteiros disseram que é con- veniente pra ganhar voto. Não vai ser o presiden- te que vai decretar o socialismo. Se estamos fa- lando de socialismo como ruptura com o capita- lismo, é impossível transitar para o socialismo pela institucionalidade burguesa. CP – Pretende usar como o espaço cedido na pro- paganda eleitoral? IP – Fazer um contraponto a tudo que estará sen- do dito ali. Vamos construir um cenário de transi- ção e, didaticamente, dizer na televisão pro povo que não é através das eleições que se transitará para o socialismo. Vamos apresentar cinco eixos. Primeiro, a questão do Estado: defender mais e melhor Estado. Vamos propor um Estado forte – mas não a serviço da burguesia, como é no capita- lismo – a serviço da maioria da população, um es- tado forte controlado pelos trabalhadores e a ser- viço deles. Outro eixo é o de mais e melhores direi- tos, como a estatização do sistema de saúde, de educação, a redução da jornada de trabalho. Um eixo também de mais qualidade de vida, denunci- ando o capitalismo como grande predador da na- tureza e propondo u

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.