Affordable Access

Comparison of methods and processes of sampling for phitossociological studies of an ecotonal forest in the matogrosso northern region

Authors
Publisher
FUPEF DO PARANÁ
Publication Date
Keywords
  • Ciências Agrárias
  • Inventário Florestal
  • Censo Florestal
  • Processos Amostrais
  • Métodos Amostrais
  • Estrutura Horizontal.

Abstract

O objetivo desta pesquisa foi caracterizar parametricamente a fitossociologia de uma floresta ecotonal de 120 hectares, situada na região norte matogrossense, bem como testar a acuracidade de processos, frações amostrais e métodos estimativos para oito grupos de espécies. Estudou-se a composição florística e sua diversidade, distribuição espacial de espécies e características da estrutura horizontal para árvores com DAP ≥ 30 cm. Os processos aplicados foram aleatório e sistemático, com 5 e 10% de fração amostral, com 22 tamanhos e formas de parcelas variando de 400 a 10.000 m2. Identificaram-se 7.968 árvores distribuídas em 70 espécies (6 não identificadas), 58 gêneros e 31 famílias botânicas, apresentando, em média, 66,4 árvores e 11,08 m2 de área basal por hectare. A família botânica mais rica foi Fabaceae - Caesalpinioideae, e a mais frequente, Sapotaceae. A espécie mais importante foi Micropholis guyanensis (A. DC.) Pierre subsp. guyanensis. O padrão preponderante de distribuição das espécies é o aleatório nas parcelas de 400 m2 e agregado nas de 10.000 m2. Parcelas de 400 até 2.500 m2 estimaram com eficiência os valores de cobertura (VC) para o grupo das 15 espécies de maiores valores de importância (VI) e para as 6 comerciais mais importantes. Para os demais grupos de espécies, os erros mostram que os processos de amostragem aleatório e sistemático são inviáveis nas intensidades amostrais de 5 e 10%.

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.