Affordable Access

Impact of maternal and paternal schooling in the body image perception of physical education university students

Authors
Publisher
Fundação Técnica e Científica do Desporto
Publication Date

Abstract

Objetivou-se verificar o impacto da escolaridade materna e paterna na perceção da imagem corporal em acadêmicos de Educação Física. Participaram do estudo 217 acadêmicos, com média de 20.6 anos de idade (DP = 0.6), sendo 54.8% do sexo masculino. Coletaram-se informações sobre perceção da imagem corporal por meio da escala de silhuetas de Stunkard et al. (1983). O nível de escolaridade dos pais e dados sociodemográficos foram coletados por questionário autoadministrado. Empregaram-se a estatística descritiva e a regressão logística multinomial, adotando-se nível de significância de 5%. Em relação à perceção da imagem corporal, 41% dos alunos estavam insatisfeitos por magreza e 28.1% por excesso de peso. As chances de insatisfação por excesso de peso foram de sete a oito vezes maiores nos acadêmicos com escolaridade materna superiores a quatro anos de escolaridade, independentemente de sexo, idade, situação conjugal, nível econômico e curso. Não houve associação entre escolaridade paterna e imagem corporal. Conclui-se que há necessidade de uma educação básica e superior de qualidade com assuntos vinculados à perceção corporal e hábitos saudáveis, pois muitos acadêmicos apresentaram insatisfação com a imagem corporal e tal probabilidade foi maior em estudantes filhos de mães com mais de cinco anos de escolaridade.

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.