Affordable Access

Análise comparativa de técnicas de recuperação ambiental em áreas degradadas no município de Bofete/SP

Authors
  • Castelli, Karen Regina
Publication Date
Jun 10, 2014
Source
Repositório Institucional UNESP
Keywords
Language
Portuguese
License
Unknown
External links

Abstract

As áreas usadas para plantio de espécies florestais comerciais que foram submetidas às atividades de recuperação ambiental ainda constitui um cenário raro no Brasil e muito pouco se sabe em termos de indicadores ecológicos destas áreas após o início do processo de recuperação, especialmente sobre os aspectos forísticos, edáficos e climatológicos. Desta forma, compararam-se indicadores ecológicos em três áreas submetidas e diferentes métodos de recuperação ambiental (transposição de solo (TS), poleiros artificiais (POL) e bosque abandonado de eucalipto (EUC) e uma área com vegetação nativa utilizada como referência (REF). As quatro áreas localizam-se numa propriedade rural no município de Bofete-SP. Em cada área levantou-se informações sobre os atributos fitossociológicos, edáficos e microclimáticos. O solo é de textura arenosa e com inexpressiva variação na composição granulométrica e grau de compactação entre as áreas de estudo. Os parâmetros químicos indicaram fertilidade significativamente baixa nas áreas POL e REF, sendo o solo de área EUC, o mais fértil. Foram identificadas 50 espécies arbóreas, sendo 29 espécies na área REF, 28 na área EUC, 8 na TS e 7 na POL. Apenas uma espécie foi comum a todas as áreas de estudo (Siparuna guianensis). O índice de Shannon variou em 1,05 (REF), 1,17(EUC), 0,65 (TS) e 0,58 (POL). O índice de Jaccard foi maior que 50% apenas na comparação entre as áreas REF e EUC, demonstrando baixa similaridade entre a composição florística das áreas. Observou-se que as áreas onde os valores de incidência luminosa e velocidade do vento foram maiores (POL e TS), exibiram menor diversidade florística, sendo essa composta apenas por espécies de estágios iniciais de regeneração. Os métodos de recuperação TS e POL não evidenciaram até o momento, eficiência na recuperação das áreas degradadas. A ação mais promissora seria manter o bosque com...

Report this publication

Statistics

Seen <100 times