Affordable Access

Análise do potencial de fixação de carbono da mata ciliar do Rio Areiãozinho

Authors
  • Ferreira, Maria Emilia Martins
Publication Date
Dec 20, 2018
Source
Repositório Digital Institucional da UFPR
Keywords
License
Unknown
External links

Abstract

Resumo : Este trabalho teve como objetivo fazer um levantamento do potencial de fixação de carbono da mata ciliar presente na primeira parte do trecho 2 do rio Areiãozinho. Para realizar este estudo o rio foi divido em cinco trechos. O primeiro trecho é totalmente canalizado portanto sem mata ciliar, os próximos três trechos são canalizados a céu aberto e apresentam mata ciliar, e o último trecho, também canalizado a céu aberto porém quase não apresenta mata ciliar. Para a consecução do trabalho foi realizado um censo de todas as espécies arbóreas, com circunferência à altura do peito (CAP) maior ou igual a 10 (dez) centímetros, presentes na área delimitada. Ao realizar o inventário, pode-se constatar que apesar de existirem espécies exóticas e invasoras presentes na mata ciliar, há predominância de espécies nativas. A quantificação do estoque de carbono contido na mata ciliar do rio Areiãozinho foi estimado com base na biomassa calculada a partir do parâmetro morfológico diâmetro à altura do peito (DAP) por meio de equações alométricas escolhidas. Para a estimativa do carbono presente na biomassa, multiplicou-se a biomassa por 0,47, procedimento adotado pelo IPCC. Já para fazer a estimativa de CO2e (carbono equivalente) absorvido pela biomassa multiplicou-se o carbono pelo fator de expansão 3,67. Chegou-se ao valor de 127,72 t.ha-1 de carbono fixado na área de mata ciliar do rio Areiãozinho inventariada. Os resultados sugerem que se faça um estudo sobre a renaturalização do rio, favorecendo o aumento de área de mata ciliar consequentemente maior fixação de carbono por hectare. Palavras-chaves: renaturalização, estoque de carbono, biomassa.

Report this publication

Statistics

Seen <100 times