Affordable Access

Análise de sedimentos marinhos e qualidade da água em Penha, SC.

Authors
  • KONDO, J. T.
  • SILVA, M. G. da
  • GAROFALO, D. F. T.
  • BETTANIN, V. C.
  • PACKER, A. P.
Publication Date
Dec 12, 2019
Source
Repository Open Access to Scientific Information from Embrapa
Keywords
License
Unknown
External links

Abstract

Resumo: Os ecossistemas marinhos, devido à fragilidade e vulnerabilidade destes ambientes, enfrentam crescentes ameaças oriundas das atividades antrópicas e mudanças climáticas, ocasionando desequilíbrios na sua dinâmica natural. Penha é um município do estado de Santa Catarina com intenso fluxo de turistas e importante contribuição nacional na produção de mexilhões. A Enseada da Armação do Itapocoroy, local de estudo, cultiva o mexilhão da espécie Perna perna. Visando avaliar as condições da qualidade da água, sedimento e emissão de gases de efeito estufa (GEE) na zona de maricultura da Enseada da Armação do Itapocoroy, e a influência antrópica na região, foi realizada uma campanha de coleta de dados e amostras ambientais em fevereiro de 2019 em 6 diferentes pontos ao longo da enseada, sendo 3 pontos equivalentes aos de cultivo de mexilhões e 3 pontos de controle. Os parâmetros de qualidade da água e de sedimento analisados apresentaram concentrações inferiores aos limites estabelecidos pela Resolução Conama 357/2005. A avaliação de impacto ambiental na forma de gases de efeito estufa (GEE) demonstrou não haver diferença entre pontos de cultivo e os de controles nos fluxos de metano (CH4), dióxido de carbono (CO2) e óxido nitroso (N2O). Desse modo, os resultados deste estudo sugerem que as atividades antrópicas na região não ocasionam impacto ambiental na Enseada de Itapocoroy. ? Abstract: Marine ecosystems, due to their fragility and vulnerability, are facing increase threats from anthropic activities and climate change, what provokes imbalances in their natural dynamics. The municipality of Penha, state of Santa Catarina, has an intense tourist flow and an important national contribution in the production of mussels. The study site, Armação do Itapocoroy, has areas with mollusk farming of the species Perna perna. A single campaign was conducted to collect data and materials in February, 2019 at 6 different points, being 3 with and 3 without mollusk farming. Water quality, sediment and greenhouse gas (GHG) emissions were evaluated at the sampling points of the Armação do Itapocoroy to analyze the anthropic influence in the region. Water and sediment quality parameters analyzed were lower than the limits established by ConamaResolution 357/2005. The environmental impact assessment in the form of greenhouse gases (GHG) showed no difference between cultivation points and control ones to methane (CH4), carbon dioxide (CO2) and nitrous oxide (N2O) fluxes. Thus, the results of this study suggest that the anthropogenic activities in the region do not cause environmental impact in the Armação do Itapocoroy. / bitstream/item/206963/1/Bettanin-Analise-sedimentos-2019.pdf

Report this publication

Statistics

Seen <100 times