Affordable Access

deepdyve-link
Publisher Website

Agricultura biossalina, micorrizas arbusculares e carbono do solo no Semiárido: 1. cultivo de palma forrageira adubada com esterco caprino.

Authors
  • MACEDO, A.
  • ARAUJO, G. G. L. de
  • SIGNOR, D.
  • LIMA, R. L. F. de A.
Publication Date
Oct 04, 2022
Identifiers
DOI: 10.33448/rsd-v11i8.23541
OAI: oai:www.alice.cnptia.embrapa.br:doc/1147099
Source
Repository Open Access to Scientific Information from Embrapa
Keywords
License
Unknown
External links

Abstract

No semiárido, o uso de águas salinas para irrigação na produção de forragem para os rebanhos é uma alternativa que pode contribuir para a segurança alimentar. O trabalho visa avaliar o efeito da irrigação com água salina e do uso de esterco caprino sobre a simbiose micorrízica e os teores de carbono do solo em área de semiárido cultivada com palma forrageira. Avaliou-se os efeitos de lâminas de água (0, 370, 520 e 700 mm), associadas a quatro doses de esterco caprino (0, 15, 30 e 45 t ha-1), sobre o teor de carbono no solo, carbono na biomassa microbiana, a respiração basal, o número de esporos de fungos micorrízicos arbusculares (FMA) no solo e a colonização das raízes por FMA. A quantidade de água salina adicionada em diferentes não afetou os parâmetros avaliados. A adubação com esterco caprino aumentou o teor de carbonono solo e a respiração microbiana, mas reduziu a colonização das raízes de palma por FMA.

Report this publication

Statistics

Seen <100 times