Affordable Access

LUA ALADA (OU DA OBSESSÃO PELA REMINISCÊNCIA)

Authors
Publisher
UNIOESTE
Publication Date

Abstract

Microsoft Word - lua alada.doc Travessias número 01 [email protected] Pesquisas em educação, cultura, linguagem e arte. Luciana Borges www.unioeste.br/travessias 1 LUA ALADA (OU DA OBSESSÃO PELA REMINISCÊNCIA) Luciana Borges E não ter herdado nada apenas esta tristeza fina – fio de faca. Você se lembra, Ielena, era o tempo das chuvas claras e nós fomos viajando de carro pela paisagem do cerrado. Foi no tempo em que eu já não podia escrever poemas sem que neles estivesse todo eu, e tudo aquilo que ninguém deveria saber, nem eu mesmo. A lua parecia alada quando você disse que me amava. Seu corpo era tão meu conhecido, eu sabia de onde vinha cada movimento, cada leve bater de cílios. Onde um pêlo diferente ou novo crescia, onde um cabelo arrepiava, onde uma gota de suor molhava a pele quando teve que experimentar o calor da nova cidade. E era assim, Ielena: quando eu não estava ao seu lado na foto, era para você que eu sorria o meu melhor sorriso – dentes todos à mostra, filete branco entre os lábios grossos. Era o tempo de conhecer gente nova, de estudo e de trabalho, de sair e de cantar, de telefonar para casa, de chorar de saudade, de lutar contra o arrependimento. De fazer compras e lidar com a cara feia do novo, disfarce permanente de todos os perigos. Depois, já era o tempo das mangas maduras, tão rápidas as mangas deste lugar. As moscas voejavam por entre os caroços semi-ressequidos. Na sombra das folhas, em conjunto nossos corpos descansavam do trabalho do dia enquanto o sol se punha. Eu juntava seus Travessias número 01 [email protected] Pesquisas em educação, cultura, linguagem e arte. Luciana Borges www.unioeste.br/travessias 2 cabelos entre as mãos e suor delas os deixava viscosos. Você não gostava mas eu adorava o visgo deles, você se virava para mim e nem parecia um apartamento na cidade quando olhávamos o sol da sacada no final

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.