Affordable Access

Aspectos socioeconômicos e percepção ambiental dos catadores de caranguejo-uçá ucides cordatus cordatus (l. 1763) (decapoda, brachyura) do estuário do rio mamanguape, nordeste do brasil

Authors
Publisher
Interciencia
Publication Date
Keywords
  • Catador De Caranguejo
  • Caranguejo-Uçá
  • Manguezal
  • Percepção Ambiental
  • Ucides Cordatus

Abstract

Resumo A espécie Ucides cordatus, popularmente conhecida como caranguejo-uçá, é um dos recursos mais extraídos pelas comunidades que vivem em áreas próximas aos manguezais paraibanos. Os catadores de caranguejo são grupos economicamente marginais, extremamente pobres e pouco reconhecidos entre outros pescadores artesanais. O presente trabalho tem a finalidade de caracterizar o perfil socioeconômico dos catadores de caranguejo, obtendo-se também informações sobre meios de produção, comercialização, percepção e interação desses trabalhadores com o ambiente. Foi realizada uma amostragem estratificada, com a aplicação de 70 questionários semi-estruturados a catadores de caranguejo-uçá de quatro comunidades situadas ao longo do estuário do rio Mamanguape. Foram realizadas ainda entrevistas abertas e observações de campo. O quadro socioeconômico delineado evidenciou a situação de exclusão social a que a categoria dos catadores de caranguejo está submetida. As moradias geralmente são de taipa e apesar de geralmente serem servidas de água e luz, não existe esgotamento sanitário. O analfabetismo é predominante e as condições de assistência médico-odontológica são precárias. Apesar das dificuldades inerentes à profissão de catador, os depoimentos evidenciam o extremo reconhecimento e respeito que esses trabalhadores demonstram pelo manguezal. A situação de marginalidade social, o conhecimento e a percepção do catador são fatores importantes que devem ser considerados, quando forem feitas propostas de manejo da espécie

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.