Affordable Access

A FRONTEIRA E SEUS PARADIGMAS: IDENTIDADE E ALTERIDADE

Authors

Abstract

A fronteira muito além de separar dois Estados-Nação abrange o estabelecimento de relações distintas, ou seja, existe um intercâmbio cultural, social e político que contribui para que na mesma o processo de diferenciação entre o "eu" e o "outro" seja perceptível. Dessa forma, tanto a identidade quanto a alteridade encontram-se presentes na estrutura do espaço fronteiriço, e é por meio de ambos, que os sujeitos constroem sua cultura, seus costumes e formas de vida se diferenciando do "outro" que habita no outro lado da divisória, configurando as relações sociais perceptíveis na fronteira. A construção e a reconstrução da identidade na fronteira envolvem um processo de contradições, ambiguidades que podem ser identificadas pelos marcos referenciais através da identidade/ alteridade, e é exatamente essa análise que este trabalho procura desenvolver compreender como a identidade e a alteridade acabam se tornando um paradigma do espaço fronteiriço, pois é através desses elementos que surge a diferença tornando a fronteira um lugar de alteridade.

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.