Affordable Access

FENOLOGIA E CRESCIMENTO DO PINHÃO-MANSO CULTIVADO NA ZONA DA MATA DO ESTADO DE ALAGOAS, BRASIL

Authors
Publisher
Scientia Agraria
Publication Date
Keywords
  • Fitotecnia
  • Oil Plant
  • Fruiting
  • Jatropha Curcas
  • Bio-Diesel
  • Planta Oleaginosa
  • Frutificação
  • Jatropha Curcas
  • Biodiesel

Abstract

O pinhão-manso (Jatropha curcas L.) pertence à família Euforbiaceae, é uma planta nativa das Américas, encontra-se disseminada pela América Tropical, Ásia e África, com interesse para cultivo devido ao uso da semente como matéria-prima na obtenção de óleo para produção de biodiesel. Esse trabalho teve como objetivo caracterizar o comportamento fenológico do pinhão-manso cultivado na Zona da Mata de Alagoas. Foram efetuadas avaliações de crescimento e da fenologia de setembro/2006 a dezembro/2007 em indivíduos localizados no campo experimental do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas, no Município de Rio Largo. Foram realizadas avaliações quinzenais de crescimento em 50 indivíduos e semanais de abscisão e brotamento das folhas, floração e frutificação em 20 indivíduos. Também foram acompanhados 20 indivíduos para contagem do número de inflorescências, botões florais, flores e frutos por planta e 10 indivíduos para acompanhamento do desenvolvimento do fruto. O pinhão-manso apresentou crescimento vegetativo lento na estação seca, e aceleração do crescimento na estação chuvosa. A abscisão foliar iniciou durante o final do período chuvoso e continuou durante a época seca, onde alguns indivíduos entraram em dormência vegetativa. Verificou-se pico de floração e frutificação durante a estação chuvosa. Este estudo sugere que os eventos vegetativos e reprodutivos do pinhão-manso são sazonais, concentrando o seu desenvolvimento de forma mais intensa na estação chuvosa.

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.