Affordable Access

LEITURA E PRODUÇÃO TEXTUAL NO ENSINO FUNDAMENTAL DA COMUNIDADE QUILOMBOLA DO CASTAINHO, EM GARANHUNS – PE

Authors
Publisher
UFPB
Publication Date

Abstract

(Microsoft Word - LEITURA E PRODU\307\303O TEXTUAL NO ENSINO FUNDAMENTAL DA COMUNIDADE QUILOMBOLA DO CASTAINHO) Cadernos Imbondeiro. João Pessoa, v.1, n.1, 2010. 1 LEITURA E PRODUÇÃO TEXTUAL NO ENSINO FUNDAMENTAL DA COMUNIDADE QUILOMBOLA DO CASTAINHO, EM GARANHUNS – PE Anderson de Souza Frasão1 Introdução Este trabalho nos faz compreender a realidade escolar dos estudantes afro- brasileiros da escola municipal Virgília Garcia Bessa, na comunidade do Castainho, em Garanhuns (PE). Decorre de uma pesquisa de iniciação científica que está se desenvolvendo junto à essa comunidade, remanescente de quilombos. Neste bairro rural de negros, que fica a dez quilômetros do centro da cidade, vivem famílias com condições de vidas bastante precárias, que têm na agricultura e nos auxílios governamentais, a base econômica de sua subsistência. De acordo com essas informações e com os estudos de Anita Monteiro (1985), evidencia-se uma marginalização social no seio dessa comunidade, principalmente por serem negros, viverem numa área rural, com um baixo poder aquisitivo, o que, na maioria das vezes, propicia um certo complexo de inferioridade. Corroborando com a abordagem realizada por Franz Fanon em seus livros “Pele Negra, Máscaras Brancas” (1983) e “Os Condenados da Terra” (2005) sobre as dificuldades dos afrodescendentes em terem sua identidade respeitada pelas culturas fundamentadas no eurocentrismo. Partindo desses pressupostos, e diante da afirmação de algumas comunidades, que ao longo do tempo, têm se declarado como remanescentes de quilombos, sem nada se detectar quando se ouve as suas narrativas, pois nada se percebe no que se refere as reminiscências de suas memórias que permitam identificá-las como tal, adotamos como base para o desenvolvimento desse trabalho, o resgate dessa identidade cultural mediante o trabalho de leitura e produção textual à partir da literatura infanto-juvenil afro-brasileira, pois acredita-se que a história e a memória

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.