Affordable Access

FRAGMENTAÇÃO FLORESTAL NA MICROBACIA DA SANGA MINEIRA – MUNICÍPIO DE MERCEDES – PARANÁ – BRASIL

Authors
Publisher
Varia Scientia Agrárias
Publication Date
Keywords
  • Biodiversidade
  • Mata Ciliar
  • Reserva Legal

Abstract

O objetivo deste trabalho foi quantificar e avaliar os fragmentos florestais existentes na Microbacia Hidrográfica da Sanga Mineira, Município de Mercedes – PR. Observou-se que dos 408 fragmentos existentes, 362 são fragmentos de pequena área, classificada como muito pequenos e possuindo uma área compreendida entre 0 e 2,0 hectares, ou seja, a área florestal da microbacia é constituída de 88,7% de pequenos fragmentos, constatando-se também que fragmentos com área elevada são poucos. Posteriormente com a implementação de projetos de readequação ambiental, a microbacia passa a ser constituída de 226 fragmentos, onde apenas 182, são classificadas como muito pequeno, com área não superior à 2,0 hectares. O número de fragmentos totais reduziu de 408 para 226, correspondente a uma redução de 44,6%. Deste modo constata-se que fragmentos de tamanho reduzido tendem a agregar área e unir-se com outros fragmentos, aumentando a área florestal total e diminuindo significativamente a fragmentação florestal. A recomposição de toda mata ciliar juntamente com as áreas de reserva legal adjacentes permite a formação de um corredor ecológico ao longo da Sanga Mineira, propiciando uma integração entre as espécies que habitam a microbacia

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.