Affordable Access

As charges e a construção de expectativas sobre a “administração popular” de Fortaleza

Authors
Publisher
Tempos Históricos
Publication Date

Abstract

Esta pesquisa estuda a prática do humor gráfico, na vertente charge, como expressão de representações sobre a política na capital cearense. Prática esta que organizou, comunicou e defendeu uma percepção dos acontecimentos políticos envolvendo a chamada Administração Popular de Fortaleza, num período em que o Brasil passava por uma transição de regime político. Assim, na primeira eleição municipal pós ditadura civil-militar, Maria Luiza Fontenele, candidata do Partido dos Trabalhadores (PT), concorreu e venceu a eleição na capital cearense. Fortaleza tornava-se palco de disputas políticas, travadas por meio de representações, entre o grupo que assumira a administração municipal e grupos jornalísticos que compunha a grande imprensa local. A linguagem chárgica, inserida nesses periódicos, foi significativa desse momento, na medida em que contribuía para a construção de expectativas negativas sobre a nova administração.

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.