Affordable Access

A política comercial estratégica e a globalização da concorrência

Authors

Abstract

A defesa de medidas neoproteccionistas reapareceu nos EUA com a administração Clinton. Estas medidas de política comercial tentam ganhar credibilidade ao referirem como suporte teórico a nova teoria do comércio internacional e particularmente a teoria da política comercial estratégica. Em termos académicos o nome mais referido em defesa da política comercial estratégica é Lester Thurow e o seu livro Head to Head. Na liderança à oposição aos strategic traders encontramos Paul Krugman. Este artigo tem como objectivos: I) fazer o survey das várias posições a favor e contra a política comercial estratégica; II) apresentar os principais modelos teóricos que suportam ambas as posições; III) relacionar esta problemática com as duas posições - europroteccionista e liberal - que se têm defrontado ao nível da Comunidade Europeia; IV) apresentar justificadamente a nossa posição de defensor moderado do comércio livre e contra a política de «campeões nacionais» (sectores estratégicos ou «clusters de sectores para erigir a vantagem competitiva nacional», na terminologia de M. Porter) seja ao nível da União Europeia seja ao nível de Portugal; v) relacionar o novo conceito de globalização com as preocupações estratégicas dos neoproteccionistas.

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.