Affordable Access

Publisher Website

Balancing the Benefits and Risks: Lessons Learned from the Therapeutic Interventions of a Case with Severe Preeclampsia

Authors
Journal
Brazilian Journal of Anesthesiology
0034-7094
Publisher
Elsevier
Volume
63
Issue
3
Identifiers
DOI: 10.1016/s0034-7094(13)70233-2
Keywords
  • Pre-Eclampsia
  • Hellp Syndrome
  • Multiple Organ Failure
  • Anesthesia
  • Obstetrical
  • Cesarean Section
  • Anestesia
  • Obstétrica
  • Cirurgia
  • Cesárea
  • Insuficiência De Múltiplos Órgãos
  • Pré-Eclâmpsia
  • Síndrome Hellp

Abstract

Resumo Justificativa e objetivo A pré-eclâmpsia é uma síndrome da disfunção de múltiplos órgãos (SDMO) devido a suas manifestações típicas e atípicas que incluem hipertensão, proteinúria, síndrome HELLP, encefalopatia hipertensiva e coagulopatia. O manejo ideal desses pacientes requer uma avaliação do balanço entre os benefícios e riscos das estratégias terapêuticas, anestésicas e obstétricas. Relato de caso Paciente grávida de 35 anos, com uma gravidez anterior sem complicações, deu entrada em nosso instituto médico em caráter de emergência às 29 semanas de gravidez. A paciente apresentava-se com tontura, angústia no peito, palpitação, visão embaçada e sangramento vaginal. Após exame físico e laboratorial, a paciente foi diagnosticada com pré-eclâmpsia grave, síndrome HELLP, descolamento prematuro da placenta e SDMO. A paciente também apresentava deformidade da coluna vertebral e pélvica, fixação da articulação mandibular e deslocamento traqueal por causa de um acidente de trânsito ocorrido havia 11 anos. Portanto, uma cesariana de urgência foi feita sob anestesia geral com intubação nasotraqueal usando fio-guia. A paciente recebeu alta diretamente da unidade de terapia intensiva obstétrica no sétimo dia pós-operatório, com pressão arterial normal e recuperação completa das funções orgânicas. Conclusões Este caso merece uma discussão mais detalhada sobre as considerações anestésicas no momento de se tomar uma decisão clínica para o tratamento de tal paciente. O bloqueio do neuroeixo é a primeira escolha para pacientes com pré-eclâmpsia submetidas à cesariana quando existe uma trombocitopenia moderada, mas não progressiva. Quando se opta pela anestesia geral, sedação e analgesia adequadas são necessárias para o bom controle da resposta do estresse à intubação, especialmente em pacientes com sinais neurológicos, e para evitar complicações cerebrais sérias.

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.