Affordable Access

David Cronenberg : extremos da visibilidade

Authors
Publisher
Biblioteca Digital da Unicamp
Publication Date
Keywords
  • Cinema - Canada
  • Filmes De Horror
  • Critica Cinematografica

Abstract

O presente trabalho analisa cinco filmes escritos e dirigidos pelo cineasta canadense David Cronenberg: Calafrios (Shivers, Canadá, 1975); Enraivecida, na fúria do sexo (Rabid, Canadá, 1976); Os filhos do medo (The Brood, Canadá, 1979); Scanners, sua mente pode destruir (Scanners, Canadá, 1980) e Videodrome, a síndrome do vídeo (Videodrome, Canadá, 1982). Segundo entendemos, esses filmes concentram as principais obsessões do diretor, delineando seus traços autorais: o corpo humano como espaço de manifestação do horror, a ciência como instrumento de modificação/destruição e a intensa visibilidade dada à essas mesmas mutações corporais. Isto significa pensar a poética ou política da carne em Cronenberg: os deslocamentos dos órgãos humanos ao longo do corpo, o mito de Frankenstein atualizado e os limites do visível apresentados em sua obra. Nesse sentido, o cinema de Cronenberg ultrapassa as limitações do filme de gênero em função de sua organicidade imagética e temática, a qual articula de forma coerente o horror, suas causas e formas de manifestação. Ao mesmo tempo, seus filmes podem também ser interpretados como uma metáfora da própria condição pós-moderna.

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.