Affordable Access

Fatores de Risco em Idosos com Seqüela de Acidente Vascular Encefálico

Authors
Publisher
Universidade Federal da Paraíba
Publication Date

Abstract

RESUMO Objetivo: analisar os fatores de risco em uma população idosa seqüelada de Acidente Vascular Cerebral (AVE). Material e Métodos: A amostra constituiu-se de 100 pacientes de sete instituições da Cidade de João Pessoa-Paraíba-Brasil. Utilizou-se como instrumento de medida uma Ficha Padrão - modelo proposto por Birckel/Fernandes e utilizado por Zuchetto - aplicada através de entrevistas. Os dados foram organizados em planilhas do programa SPSS 11.5 e submetidos ao Teste dos postos com sinais de Wilcoxon para pares combinados, que utilizou um nível de significância á = 0,05. Resultados: Obteve-se para cada variável valores de “p” entre 0,00000001 e 0,819 e emitiu-se a análise sob forma de gráficos e tabelas. As disfunções mais freqüentes foram descontrole emocional, incoordenação motora e disartria. Destacaram-se os fatores de risco hipertensão e sedentarismo. Observou-se diminuição na prática do lazer, de atividades do lar, sexuais, religiosas e na satisfação com o estilo de vida, o que pode ser causado pela queda no desempenho físico, na auto-estima e pela insatisfação com o estilo de vida detectados. Conclusão: Os resultados evidenciam a necessidade de implantação de programas educativos para reinserção do paciente seqüelado de AVE na sociedade e nas atividades da vida diária, bem como trabalhos voltados para a prevenção desta patologia com o controle dos fatores de risco. É importante também que os pacientes participem de trabalhos voltados para o idoso em grupos comunitários, PSFs, dentre outros, e programas de reabilitação, de preferência multidisciplinar, melhorando o estilo de vida dos mesmos e consequentemente favorecendo melhor qualidade de vida. DESCRITORES Estilo de vida. Fatores de risco. Acidente Cerebral Vascular.

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.