Affordable Access

O confronto de Lula e e Alckmin nas eleições presidenciais do Brasil em 2006:: a visão do New York Times

Authors
Publisher
ITESM Campus Estado de México: Proyecto Internet
Publication Date
Keywords
  • Jornalismo
  • Linguagem
  • Política
  • Análise Do Discurso

Abstract

Este trabalho objetiva mostrar como o jornal The New York Times, em sua versão on-line, apresenta o confronto entre os dois principais candidatos à presidência do Brasil, no primeiro e segundo turnos das eleições de 2006. Focalizam-se as estratégias discursivas empregadas pelo jornal para apontar suas diferenças (e semelhanças), as temáticas trazidas à tona para contrapor (ou aproximar) os dois candidatos e os conseqüentes recursos lingüísticos utilizados no direcionamento dado. Fundamenta-se nos Estudos do Jornalismo desenvolvidos por Sousa (2003, 2004 e 2006) e nas ferramentas de análise oferecias pela Análise do Discurso, principalmente os estudos de Bell (1991), Fairclough (1995 e 2001), Fowler (1991), Maingueneau (2001) e Charaudeau (2006), para os quais linguagem e ideologia não se desvinculam. Considerando-se que o confronto entre os dois candidatos foi um dos enquadramentos adotados pelo jornal, várias temáticas foram exploradas nesse direcionamento, tais como posições políticas dos candidatos, seus estilos pessoais, acusações, divisão de classes, escândalos de corrupção, debates e dados das pesquisas. A partir das temáticas levantadas, discutem-se as estratégias discursivas utilizadas em cada uma delas para construir determinados sentidos, tais como as escolhas lexicais, a ironia, a metáfora, os pontos destacados ou minimizados e as vozes introduzidas nas notícias. Verifica-se que a maioria das temáticas, utilizadas pelo New York Times para construir o contraponto entre os dois candidatos, enfatiza negativamente aspectos relacionados a Lula e não dá a mesma visibilidade para pontos que poderiam ser desfavoráveis para Alckmin.

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.