Affordable Access

Germinação de sementes de pinhão manso em diferentes temperaturas, luz e substratos

Authors
Publisher
UEL
Publication Date
Keywords
  • Ciências Agrárias
  • Biodiesel
  • Ivg
  • Jatropha Curcas L. E Oleaginosa.
  • Fitotecnia
  • Biodiesel
  • Gsi
  • Jatropha Curcas L. And Oilseed.

Abstract

A cultura do pinhão manso (Jatropha curcas L.) vem ganhando destaque nos últimos anos pelo seu uso como matéria prima para a produção de biodiesel. Sua reprodução pode ser realizada por estacas e/ou sementes. Neste contexto, se desenvolveu o presente estudo com o objetivo de avaliar o efeito do substrato, temperatura e luz sob a germinação e índice de velocidade de germinação (IVG) de sementes de pinhão manso. O delineamento experimental utilizado foi o fatorial do tipo 4x2x2 sendo quatro temperaturas (25, 30, 35 e 40 °C) dois substratos (areia e papel) e duas condições de luz (presença e ausência), com três repetições por tratamento. As maiores percentagens de germinação foram obtidas com as temperaturas de 25, 30 e 35 °C com luz e 30 ºC na ausência de luz para o substrato areia. Com a temperatura de 30 °C tanto na presença como na ausência de luz, para o substrato papel. A semeadura entre areia sem luz na temperatura de 30 °C foi a que melhor promoveu o desenvolvimento das plântulas, com maior IVG. A combinação do substrato entre areia, temperatura de 30 °C e ausência de luz é a melhor condição para avaliação da germinação e IVG de sementes de pinhão manso.

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.