Affordable Access

O DESAFIO DO PRESENTE

Authors
Publisher
UFPB
Publication Date

Abstract

00 - INICIO.indd 7Inf. & Soc.:Est., João Pessoa, v.19, n.1, p. 7, jan./abr. 2009 Editorial O DESAFIO DO PRESENTE As informações de caráter cientifi co começaram a ter destaque a partir do século 19, quando os periódicos científi cos passam a ser o canal por excelência para circulação das informações oriundas da pesquisa. Desde então, a ciência torna-se cada vez mais presente na sociedade e a comunicação científi ca passa a ter um papel fundamental, não somente para a divulgação do trabalho dos pesquisadores como, também, para o desenvolvimento das forças produtivas. O crescimento exponencial da informação científi ca, em meados do século 20, ensejou novas formas para a sua gestão e disseminação. Nesse contexto, as atividades de coleta, organização e conseqüente comunicação e disseminação da informação científi ca se destacaram. Podemos resumir o que faz com que essas atividades ocorram de forma efi ciente: o processo de avaliação da produção que será divulgada. Pois o resultado da pesquisa científi ca deve ser tornado público, como forma de devolver à sociedade o investimento feito pelo Estado e também de legitimar os resultados da pesquisa. E, nesse contexto, onde publicar tornou- se tão importante quanto o que publicar. Pois a revista científi ca também garante a qualidade da informação que veicula. Em nível internacional, o Information Science Institute coleta e organiza dados que são usados como indicadores da qualidade dos periódicos e, por extensão, da produção científi ca publicada. No Brasil, a Capes criou o Qualis, um conjunto de procedimentos utilizados como indicadores da qualidade da produção intelectual dos programas de pós-graduação. O Qualis avalia a qualidade da produção científi ca em uma dada área a partir da análise da qualidade dos veículos de sua divulgação, ou seja, dos periódicos científi cos e anais de eventos. Novos critérios foram propostos e aprovados a partir de 2009. Esses veículos de comunicação científi ca

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.