Affordable Access

ASPECTOS NUTRICIONAIS DE SEMENTES E PLÂNTULAS DE GUAPURUVU DESENVOLVIDAS EM DOIS SUBSTRATOS

Authors
Publisher
Scientia Agraria
Publication Date
Keywords
  • Cotilédone
  • Nutrição Mineral
  • Schizolobium Parahyba (Vellozo) Blake
  • Cotyledon
  • Mineral Nutrition
  • Schizolobium Parahyba (Vellozo) Blake

Abstract

Este trabalho teve como objetivos caracterizar nutricionalmente plântulas de guapuruvu (Schizolobium parahyba (Vellozo) Blake), bem como avaliar as relações entre a composição química das reservas contidas em suas sementes, macronutrientes e micronutrientes, com a sua distribuição na fase de plântulas quando desenvolvidas em dois substratos. O experimento foi conduzido em 2004, em casa de vegetação da UFPR (Curitiba - PR), em um delineamento inteiramente casualizado, com cinco repetições, com os seguintes tratamentos: areia fina e solo do horizonte A do Cambissolo Háplico, da região de origem das sementes. Após o período de sete semanas, procedeu-se a coleta do material separando-os em parte aérea, cotilédone e raiz. Para obter um valor de referência das reservas totais das sementes, partindo do princípio de que essa seja a principal fonte nutricional utilizada durante a germinação e fase de plântula, fez-se a análise química dos cotilédones. Esses valores foram comparados com o somatório dos compartimentos obtidos no experimento em casa de vegetação. Em ambos os casos o material, após seco e moído, foi analisado quimicamente para as variáveis N, P, K, Ca, Mg, Fe, Mn, Cu e Zn. Os resultados indicaram que plântulas desenvolvidas em solo apresentaram maior produção de massa seca nos compartimentos raiz e parte aérea. Teores de nutrientes de plântulas de guapuruvu em areia fina apresentaram a ordem de N>K>P>Ca>Mg>Fe>Cu>Mn>Zn e em relação ao solo, N>K>Ca>P>Mg>Fe>Mn>Cu>Zn. Com relação às reservas das sementes de guapuruvu o conteúdo de N foi o de maior expressão.

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.