Affordable Access

CONSIDERAÇÕES SOBRE A HANSENlASE NO ESTADO DE GOIÁS E DISTRITO FEDERAL. Dados Relativos aos Anos de 1942 a 1969

Authors
Publisher
CEGRAF
Publication Date

Abstract

O autor iniciou seu trabalho fazendo um histórico da hanseníase no Estado de Goiás até o começo das ativídades censitárias levadas a efeito pelo Serviço Nacional de Lepra, no período de 1942 a 1951, tendo sido fichado 2.306 doentes portadoresdas seguintes fornias clínicas: Lepromatosa ou Dimorfa 63,79%; Indeterminada 27,79%; Tuberoiloide 8,41%.Em 1952 foi criado a Superintendência da Profilaxia da Lepra em" Goiás, para possibilitar maior dinamização ao trabalho sendo o mesmo dividido em 13 zonas de atividade noperíodo de 1952 a 1955.Nos anos de 1956 a 1969, foram ainda mais dinamizados o fichamento e a profilaxia, com a instituição da Campanha Nacional Contra a Lepra.Os dados constantes do nosso trabalho vão de 1942 a 1969.Em 31 de dezembro de 1969 existiam 5.352 doentes vivos classificados como se segue: Lepromatosa ou Dimorfa56,60%; Indeterminada .... 28,00%; Tuberculoide 15,40%.O índice de prevalência é de 1,94 por 1.000 habs., que é considerado muito elevado pela Organização Mundial de Saúde.Sugere, em vários itens, as medidas que deverão ser executadas para melhoria do controle dos pacientes e contatos.

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.