Affordable Access

Diabetes melito tipo 1: pesquisa à clínica

Authors
Journal
Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia
0004-2730
Publisher
SciELO
Publication Date
Source
Legacy

Abstract

Universidade de São Paulo 2008 Diabetes melito tipo 1: pesquisa à clínica Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia, v.52, n.2, p.143-145, 2008 http://producao.usp.br/handle/BDPI/10558 Downloaded from: Biblioteca Digital da Produção Intelectual - BDPI, Universidade de São Paulo Biblioteca Digital da Produção Intelectual - BDPI Outros departamentos - FM/Outros Artigos e Materiais de Revistas Científicas - FM/Outros Arq Bras Endrocrinol Metab 2008;52/2 143 c o p yr ig h t© A BE & M t o d o s o s d ire ito s re se rv a d o s editorial Sergio AtAlA Dib bAlDuino tSchieDel MArciA nery Professor-associado, Livre-docente da Disciplina de Endocrinologia, Coordenador do Centro de Diabetes da Universidade Federal de São Paulo, SP, Brasil (SAD); Médico endocrinologista, mestre em Genética, Diretor do Instituto da Criança com Diabetes do Hospital da Criança Conceição, Porto Alegre, RS, Brasil (BT); Médica-assistente doutora da Disciplina de Endocrinologia e chefe do Setor de Diabetes do Hospital da Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, SP Brasil (MN). Diabetes Melito Tipo 1: da Pesquisa à Clínica Entre a primeira descrição de diabetes, no papiro de Eber (Egito, 1552 a.C.), como “poliúria indolor e emagrecimento”, e a última publicação da Associação Americana de Diabetes (ADA) (1) sobre a classificação de dia- betes, que relatou aproximadamente 57 etiologias diferentes para essa doença, houve uma longa caminhada, que revisaremos brevemente. Há 70 anos, Dupertius, um antropologista de Nova York (EUA), classifi- cando portadores de diabetes pelo fenótipo, usou pela primeira vez os termos diabetes melito tipo 1(DM1) e tipo 2(DM2), identificando que os primeiros eram acentuadamente mais magros e mais jovens do que os do grupo 2 (2). A caracterização do DM1 como diabetes insulinopênico começou na dé- cada de 1950 pela observação de que o pâncreas de jovens (< 20 anos) com d

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.

Statistics

Seen <100 times
0 Comments