Affordable Access

PREVALÊNCIA DE PARASITOSES INTESTINAIS EM PACIENTES ATENDIDOS NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PROFESSOR EDGAR SANTOS, SALVADOR – BAHIA

Authors
Publisher
CEGRAF
Publication Date
Keywords
  • Parasitologia

Abstract

Entre as enteroparasitoses, as geo-helmintoses ocupam uma posição de destaque em nosso país, agravando a subnutrição e as deficiências mentais. Nos últimos anos, a prevalência das parasitoses ainda continua elevada no Brasil, e a estrongiloidíase sobressai em conseqüência de diversos fatores que modulam a resposta imune dos indivíduos. O presente estudo teve como objetivos avaliar a ocorrência de parasitoses intestinais em pacientes atendidos no Hospital Universitário no período de janeiro a dezembro de 2004 e comparar a prevalência de Strongyloides stercoralis em pacientes atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e pelo sistema privado. A prevalência das parasitoses intestinais nas amostras analisadas foi de 35,2%; entre os helmintos mostraram-se mais freqüentes: Ascaris lumbricoides (5,8%), Strongyloides stercoralis (4,6%), Trichuris trichiura (4,2%) e ancilostomídeos (2,3%). Com relação aos protozoários de possível ação patogênica, o complexo Entamoeba histolytica/Entamoeba dispar foi o mais encontrado (5,0%). A prevalência de S. stercoralis em pacientes atendidos em ambulatório do SUS foi 7,7 vezes maior do que entre os pacientes atendidos pelo sistema privado, com maior freqüência no gênero masculino (63,1%) e na faixa etária acima de 40 anos (58,5%).

There are no comments yet on this publication. Be the first to share your thoughts.